domingo, 31 de outubro de 2010

Vamos celebrar os mortos

Todos os anos eu penso que a gente bem que poderia ter um Dia de Finados (02/11) tão divertido quanto os nossos primos Halloween (31/10) e Día de los Muertos (01-02/11). Se a gente celebra a vida, por que não celebrar a morte? Afinal, como dizem, "Só a morte não tem jeito nem conserto" (achei vários provérbios sobre a morte nesse site aqui). A festa mexicana é alegre, com direito a caveirinhas de açúcar, lindas Catrinas (essas elegantes mulheres-esqueleto aí embaixo) e muita cantoria no cemitério (podemos pular essa parte? hehehe...). O festejo americano dispensa comentários, mas vocês podem ler aqui a historinha do Halloween, recontada por Cecilia-crafty-mom.

La Calavera Catrina
(www.wikipedia.org)

Tenho encontrado coisinhas bem interessantes relacionadas ao tema nas minhas andanças pela net. Vou compartilhar! Ando apaixonada, por exemplo, pelo blog um tanto 'lúgubre' da colega Kim, do Free Motion Personas, o Tabby's Place. Vejam a colagem em mixed media que ela fez usando um desenho da Jessica Hamilton:

Um escândalo de linda!

Custom Bat 
Um morceguinho (Jessica Hamilton)

Dia De Los Muertos 
 Obra de arte (Rachel McKay)

sugar skull
 Kristi (risco da Sublime Stitching

vest. tatoo laço
Vestido Vivi (eu tenho!) com estampa Skulls de Alexander Henry 

 Brincos Caveirinha do Amor (Opposé)

B+W Skulls
Decoração Día de los Muertos (Rawbone Studio) 

2008.03.19 Frida - La Ofrenda-A
 Três paixões: caveiras, Frida Kahlo e Danita

20090829 Trick Or Treat (With Mica) 
Trick or Treat (também da Danita)

Psiu! Caveirinha...  
Essa caveirinha tímida foi a Ana (Bordados DaAna) quem fez pra mim

Alguém aí a fim de falar das eleições?........................................
(por Helena)
 

16 comentários:

A Cigarra e a Casca disse...

Prefiro falar de mortos :) Eu não gosto muito de Halloween mas o lance mexicano eu acho legal, vi um documentário em que os familiares faziam uma espécie de piquenique no cemitério para comemorar o dia, tudo super festivo e colorido, com as caveiras como tema principal. Quanto à Frida, você conhece o livro infantil "Frida" que saiu pela Cosac Naify? É lindo, você adoraria. Um beijo cheio de vida e feliz dia de finados

Cecilia e Helena disse...

Casca, por que vc não gosta de Halloween? Não seria aquela velha história de "Ai, porque é coisa de americano"? As raízes do Halloween são antiquíssimas, de base celta, um povo pra lá de interessante. Se puder, leia o post que a mamãe escreveu sobre a festa.
Beijo e obrigada por comentar!
Helena

Rosana Sperotto disse...

Helena, aqui ventou tanto hoje que brinquei que só ao passar perto de vassoura poderíamos virar bruxa e sair voando céu afora (rs). Que lindas as catrinas! Lembrei do livro Mulheres que Correm com os Lobos, da história do arquétipo da Mulher Esqueleto, conheces? Adorei a aula da crafty-mom, como sempre (rs). Beijos pras duas!

Cecilia e Helena disse...


Vc fala tanto desse livro que eu vou ter de ler! Se der pra resumir o arquétipo da Mulher Esqueleto, estou aqui e sou toda ouvidos!
Beijo e obrigada pela visita!
Helena

Danita disse...

Thank you for including my work here! I hope you have an excellent week!

Thica disse...

Oi, Helena! Eu adoro essa coisa toda de halloween. Acho uma festa tão alegre e colrida e ainda mais que é cheia de histórias por trás. Uma vez, um pessoal na minha rua (na época, casa do meu pai)timidamente comemorou o dia e saiu batendo nas casas para ganhar os doces. Eu já sabia que minha mãe não gostava nada daquilo por ser (na sua opinião) uma festa que celebrava o demônio. Não me orgulho de ter feito o que fiz só para chocá-la, mas fui para a rua celebrar com o pessoal enquanto ela olhava aterrorizada! Mas acho que a morte tem o mesmo significado do início de uma vida -são passagens que todos fazemos- e deve sim ser celebrada com alegria.

Beijin!

Flor Larios Art disse...

Gostei muito!

epdias disse...

Oi, Helena! Acho mesmo o Halloween a sua cara, por que será? Rsrsrsrs Bjs

Cecilia e Helena disse...

Edi!!! Precisamos marcar alguma coisa, hein, menina? Ah... será que eu tenho cara de bruxinha? kkkk

Flor: muito obrigada pela visita e pelo comentário!

Beijos
Helena

A Cigarra e a Casca disse...

Oi Helena, eu já tinha lido- e gostado do texto da Cecília e tenho um marido que adora esta festa e vive tentando me convencer do quanto ela é significativa. Acho que é algum resíduo "cheguevarístico" em mim que me indispõe com o Halloween. Mas é o tal negócio: diferenças fazem bem, nos fazem crescer. Hoje meu próprio filho, um bebê de 9 meses me mostrou o quanto tudo pode ser relativo (veja lá o post). Um beijão

Cecilia e Helena disse...

Casca... até o bonitão Guevara tem raízes celtas... é descendente de irlandeses :)))))))))))
Beijão
Helena

epdias disse...

é por causa das caveirinhas, Helena! Vamos marcar, sim. Bjs

A Cigarra e a Casca disse...

Jura? Ok, você me convenceu! Ano que vem me deixo levar mais pela festa, pero sin perder la malemolência jamas!:))

Liège disse...

Sou louca para um dia ver de perto a festa no México e la Catrina!
E gostei do desenho da Frida Kahlo.
Beijos.

Laély disse...

Amei, amei o vestido!
E a pequena Frida!
( Tô preparando a promo, tá?)

Milena disse...

Eu gosto desse tema,acho essa abordagem muito mais interessante que o Halloween.
E continuo firme naquele tecido,vai ficar super diferente.